© 2023 por YOLO.

Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Facebook Icon
Vancouver em 1 dia e meio
VANCOUVER

Visitei Vancouver apenas de passagem mas fiquei encantada. Passei por lá pois era de lá que saía o cruzeiro que fiz com meus avós para o Alasca (essa viagem vai ganhar um post já, já).

O plano era ter 2 dias inteiros na cidade, mas por conta de atrasos nos vôos, tive apenas 1 dia e meio para explorar, mas até que deu pra ver tudo que queria (lembrando que estava com meus avós, então foi num rítimo mais calmo e sem grandes aventuras).

 

O que fizemos por lá

 

DIA 1: Fomos direto para a Capilano Suspension Bridge, onde tem uma famosa ponte enorme no estilo Indiana Jones, no meio da floresta. A ponte é maravilhosa e o parque é lindo e super bem estruturado. Além da ponte, tem plataformas que ligam umas árvores a outras e você passeia por cima da floresta e um caminho de vidro, por um penhasco onde você passa por cima de um rio. Lindo demais.

Para chegar e sair de lá pegamos o Shuttle Bus, que o parque oferece, de graça!! Ele sai de vários lugares e em diversos horários, vale checar no site antes de visitar, ou pergutar no seu hotel.

Como tínhamos menos de 2 dias e eu estava com meus avós, resolvemos pegar aqueles ônibus de turismo (estilo hop-on, hop-ff) para conseguir ver o máximo que podíamos! Alguns lugares vimos apenas pelo ônibus, outros optamos por descer como a English Bay, que é uma praia linda e passeamos pelo Stanley Park.

Depois descemos em Granville Island e visitamos o Public Market, que é um mercado municipal enorme e lindo e comemos em um restaurantes de frutos do mar lá mesmo (tem várias opções), com uma vista pro mar, bem legal.

Pegamos o ônibus de novo e descemos na biblioteca pública, que é um prédio bem diferente e famoso e de lá fomos para Chinatown e visitamos um jardim japonês (ambos bem caídos, não recomendo).

De lá, caminhamos até o bairro de Glastown District que é super lindo e limpo e onde fica o Steam Clock, um relógio a vapor que é uma das atrações principais da cidade, bem fofinho.

Public Library

Japonese Garden

DIA 2: No dia seguinte passeamos pela Robson Street, que é uma rua cheia de lojas e demos uma olhada no Pacific Mall. De lá fomos visitar e passear pelo Waterfront e Canada Place, que é uma área super linda na beira do mar.

Depois do almoço já embarcamos no navio para o Alasca (conto essa experiência em outro post).

 

Achei Vancouver uma cidade linda, civilizada e limpa, fiquei com vontade de ter mais um tempinho para conhecer mais restaurantes e a vida norturna. Também faltou tempo para visitar o Vanier Park, que além do parque tem algumas outras atrações como museus.

Tinha anotado duas recomendações de onde jantar, mas como só tive uma noite por lá e foi depois de um dia bem cansativo, não consegui conhecer: Boathouse Kits Beach (restaurante de frutos do mar com uma vista linda) e o bairro de West End.

 

* A câmera com as fotos de Vancouver quebrou no meio da viagem e por isso perdemos as imagens da lá, sobraram apenas essas do celular.

Por Julia Zettel

  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Facebook Icon
Nas Redes
Seu Vídeo
organize sua viagem