Siem Reap & os templos Angkor

Conhecendo as ruínas do antigo Império Khmer

Siem Reap não é a capital do Camboja, mas é uma das cidades do país mais procuradas por turistas. Isso porque a cidade está do lado do complexo de templos Angkor, a antiga cede do Império Khmer.

São inúmeros templos e construções e é quase impossível conhecer tudo. A maioria dos turistas exploram o complexo em 2 ou 3 dias.

Eu deixei 2 dias para Angkor e a tarde da chegada e a manhã do dia de ir embora livres. Vale lembrar que é muito calor e o passeio é cansativo, pois você sobre e desce muitos templos e ruínas.

Vou contar aqui o que vi em cada dia e no final deixo umas dicas de Siem Reap.

A dica principal é dividir em 2 partes seu passeio: 1 dia fazer o Small Circuit (templos mais próximos uns dos outros) e no outro dia fazer o Big Circuit (templos mais afastados). Vou explicar melhor a seguir.


* Essa viagem foi feita em 2016, então os preços e valores são referentes à essa época.

COMO EXPLORAR O COMPLEXO ANGKOR

Existem algumas formas de explorar os templos:

1. Tuk-tuk: Foi a opção que escolhemos pois, além de econômica, é bem típica e divertida! Achamos que poderia ser ruim por conta do calor, mas nada mais gostoso que o ventinho que batia quando íamos de um templo ao outro. Além disso, dessa forma você tem mais flexibilidade no roteiro e fica o tempo que quiser em cada ponto do passeio. Nós pagamos 50 dólares por 2 dias (o casal), mas acho que se consegue mais barato, é só negociar. No centro tem milhões de motoristas e agências oferecendo esse serviço.

* Se você quiser um guia, ele vai no tuk-tuk com você, não tem problema.

2. Bicicleta: É possível alugar bicicletas e explorar por conta própria ou com guia, muita gente faz o Small Circuit de bicicleta e o Big Circuit de tuk-tuk ou carro.

3. Tours: Praticamente todas as agências de turismo de Siem Reap oferecem esse passeio, mas confesso que nem olhei nada pois já sabia que queria fazer de tuk-tuk.

4. Tours Privativos: Também não pesquisei muito sobre essa opção, mas sei que é possível fechar um carro com guia particular.

CONHECENDO ANGKOR

Os ingressos são vendidos por passes: 1, 3 ou 7 dias. 1 dia custa 20 dólares e 3 dias 40 dólares, então mesmo que você pretenda ir só 2 dias vale comprar o passe de 3, vai que você resolve ver o nascer do sol Angkor Wat no terceiro dia? Assim não precisa comprar outro ingresso!

O tuk-tuk nos levou na bilheteria onde eles vendem o ingresso, nominal e com foto, que fica antes da entrada do parque e depois o ingresso foi pedido inúmeras vezes, então cuidado para não perder o seu.

Como eu disse acima, se você tiver 2 dias para conhecer o parque é bom dividir entre o Small e o Big Circuit. Se tiver mais um dia pode deixar para explorar os templos ainda mais afastados ou alugar uma moto 4x4 para passear pelo interior, nós não tivemos esse tempo, mas diversas empresas oferecem o passeio.

Outra dica importante é ter água sempre. Nosso tuk-tuk tinha um cooler cheio delas em baixo do banco, o que foi genial, pois é muito calor. É possível comprar em alguns pontos do parque.

Mais um dica é que, mesmo sendo ruínas não se pode entrar nos templos de ombros de fora e mulheres precisam cobrir também as pernas até o o joelho. Para subir na torre de Angkor Wat não é suficiente se cobrir com um lenço, é preciso estar com blusa de manga curta (fui barrada com uma pashmina, nos outros templos não tive problemas).

TURISMO - 2 DIAS EM ANGKOR

Vou fazer um pouco diferente do que normalmente faço aqui no blog e vou separar por dia, dizendo o que eu vi (na ordem) em cada um e o tempo que durou o passeio no parque em cada dia. Lembrando que isso depende do ritmo de cada pessoa.



DIA 1 - SMALL CIRCUIT (duração: amanhecer até 12h30)


- Angkor Wat: Maior e mais famoso templo do complexo. O nascer do sol é imperdível, mesmo precisando disputar espaço com a multidão de turistas. Resolvemos explorar ele logo que clareou, pois muitos grupos saem de lá logo depois do nascer do sol para tomar café da manhã (levamos sanduíches e comemos por lá mesmo).


- Phnom Bakheng: É preciso fazer uma trilha leve de uns 20 minutos para chegar nesse templo, mas confesso que não achei tão impressionante. Foi legal pois estava quase vazio e dizem que é um bom ponto para ver o por do sol.

- Bayon Temple: É o principal templo do complexo Angkor Thom, que era a capital do antigo império Khmer. Esse templo é realmente impressionante e daqui fizemos os outros templos de Angkor Thom a pé.

- Baphuon Temple

- Phimeanakas: Pequeno templo.

- Terrace of the Elephants: Não é dos mais impressionantes, mas é interessante de ver.


​- Ta Keo: De volta ao tuk-tuk passamos pelo Ta Keo, mas não subimos e vimos só por fora


- Ta Prohm: Templo maravilhoso, e famoso pelo filme Tomb Rider. É realmente incrível ver as raízes subindo e crescendo pelas ruínas.


- Banteay Kdei: Também estava previsto no roteiro do dia, mas a gente estava tão cansado que pulamos ele e fomos pro hotel.

*Depois ficamos na piscina do hotel, almoçamos, dormimos um pouco (rs) e fomos explorar a cidade à noite:


- Night Market: Clássico mercado noturno asiático, com comida, lembrancinhas, roupas e etc.


- Pub Street: Rua mais caótica, cheia de bares, luzes, barraquinhas de bebidas e jovens do mundo todo na rua.


DIA 2 - BIG CIRCUIT (duração: de 10h às 15h)


- Pre Rup: Templo bem grande e bonito


- Banteay Srey: Templo para Shiva, bem diferente dos outros do complexo Angkor. Tem vários desenhos entalhados em madeira e estátuas de macacos. Ele fica bem afastado, mas achei que valeu muito a pena.


- Prah Khan: Bem bonito, lembra o do Tomb Raider, e na saída tem um lago lindo.


- Neak Pean: Templo pequeno que não me impressionou, passaria esse se tiver pouco tempo.


- Ta Som: Pequeno porém bonito, mas acabei não fotografando.


- East Mebon: Bonito, me lembrou o primeiro templo do dia, com estátuas de elefante e terraços amplos.


* Terminamos o circuito exaustos e fomos descansar no hotel até a hora do jantar.


ONDE COMER


- Purple Mangosteem: Hotel que tem um restaurante no térreo e uma das melhores comidas que comi nessa viagem. Pedi o curry cambojano que estava simplesmente perfeito. Cada prato custou 5 dólares e dividimos uma entradinha que custou 3,50.


- Cafe Indochine: Restaurante super bonitinho e mais arrumadinho (e mais caro também). A comida estava ótima, provamos o Lok Lak (9 dólares) e o Fish Amok (U$ 7), com drinks e sobremesa.


- Crep'italy: Pizzaria e trattoria italiana bem gostosinha na Alley Street (principal ruazinha de Siem Reap). Comi uma lasanha (5 dólares)


- Gelato Lab: Sorveteria em frente ao italiano, beeem gostoso (U$ 1,50).


- Beatnik Speakeasy: Bar estilo pub, com clima legal onde jantamos um hambúrguer por 6 dólares e o chope custava 1 dol! ONDE DORMIR

Ficamos hospedados no Tanei Boutique Villa, achei um bom custo benefício. O quarto era limpo, grande e confortável e tinha uma boa piscina. Era perto do centrinho também (Alley Street, Pub Street e Night Market).

#ásia #camboja #SiemReap

Por Julia Zettel

  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Facebook Icon
Nas Redes
Seu Vídeo
organize sua viagem

© 2023 por YOLO.

Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Facebook Icon