© 2023 por YOLO.

Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Facebook Icon

Deserto do Atacama

23.12.2018

Esse post faz parte de um Mochilão que eu fiz em 2014 e atualizado depois de uma segunda ida ao Atacama em outubro de 2018.

Da primeira vez fiquei 6 dias em San Pedro do Atacama mais 3 dias no Salar de Uyuni e da segunda vez foram 13 dias no Atacama.

 

O roteiro completo do mochilão de 2014 pode ser lido AQUI.

 

 

*Dinheiro: Da primeira vez, levei todo meu dinheiro em Dólar e alguma coisa no cartão. Já na segunda fui apenas com Real e não tive problema para trocar. Em San Pedro as casas de câmbio são mais caras que em outros destinos no Chile (menos os aeroportos), então se você visitar outros destinos no país, recomendo fazer a troca antes de chegar na cidade. Tivemos problemas com os caixas eletrônicos lá que não funcionavam sempre, o que me deixou uns dois dias sem dinheiro, então é legal ir preparado!

 

*OBS: Lembre que os preços podem ter mudado! 

 

*OBS 2: Mesmo que você não esteja fazendo um mochilão recomendo muito combinar o Atacama com o Salar de Uyuni, pois os dois são muito perto. Existe a opção de travessia (como eu fiz), que você começa em San Pedro e termina na cidade de Uyuni (na Bolívia) 

 

San Pedro

 

Eu amei San Pedro do Atacama, nas duas vezes que fui ficamos mais dias do que teoricamente precisa para conhecer os principais pontos e valeu super a pena!

 

Em 2013 fizemos todos os passeios (menos o Salar) pela Terra Extreme. Achei eles super bons e a moça que nos ajudou a escolher os passeios foi bem honesta sobre o que valia ou não a pena fazermos, tendo em vista que fomos pro Salar depois (parece que alguns passeios são bem parecidos com o que vemos no tour do Salar).

 

Já na segunda vez fui num esquema diferente, acompanhando uma expedição da fotógrafa Patching Pixels, nesse esquema estava tudo incluso (passeios, hospedagem e comida) e recomendo muito esse esquema para quem quer viajar sozinho, mas tem medo ou está inseguro (mesmo o Atacama sendo um destino super tranquilo para viajantes solo).

 

Se não forem com ela, recomendo de olhos fechados a empresa que nos acompanhou ao longo desses 10 dias, a Sorbac Atacama. Os meninos são incríveis e super cuidadosos, além disso, a maioria deles fala português, o que é uma mão na roda. 

Gosto das duas empresas que viajei, mas recomendo mais a Sorbac.

 

A cidade é mínima, mas um charme. A rua principal se chama Caracoles e todos os restaurantes estão ou nela, ou em alguma pequena transversal. Outra pequena atração é o Mercado de Artesanias.

 

 

COMO CHEGAR  

 

O aeroporto e a rodoviária mais próximos de San Pedro ficam na cidade de Calama. A Latam e a Sky (cia aérea low cost chilena) tem vôos a partir de Santiago para lá. De Calama você pode fechar um transfer, pegar um taxi ou um ônibus na rodoviária. 

O trajeto leva cerca de 1 hora e meia.

 

 

TURISMO

 

1. Valle de la Luna e Marte - Paisagem mais famosa do Atacama, incrível e de tirar o fôlego. A dica é ver o por do sol das dunas, inesquecível.

 

 

 

2. Salar de Tara - Meu passeio preferido. Foi também o mais caro, pois você vai em 4x4 para um lugar super remoto e difícil de chegar. Valeu cada centavo!

 

 

 

3. Laguna Cejar - Passeio lindo e muito legal, onde é possível boiar numa lagoa cheia de sal, e mergulhar num buraco do meio do deserto (Ojos del Salar). No final, vemos um por do sol espetacular na Laguna Tebinquiche

 

 

 

4. Geysers del Tatio + Termas de Puritama  - Para esse tour você precisa acordar bem cedinho e estar disposto(a) a encarar um super frio, pois os Geysers só entram em atividade pela manhã. De lá, seguimos para um trecking chamado Guatin que termina nas Termas de Puritama (uma das principais atrações do Atacama). Infelizmente as termas estavam temporariamente fechadas no dia que fomos, mas só a trilha já foi linda de morrer.

 

 

5. Lagunas Escondidas - São lagoas verde esmeralda, cercadas de um sal muito branco onde também é possível boiar, bem lindão. Combinamos esse passeio com um por do sol com uma vista linda do Vale de la Muerte.

 

 

6. Lagunas Altiplanicas + Laguna Chaxa - Mais lagoas lindas pra conta! Nessas não se pode mergulhar, mas a vista é surreal de linda. Depois vimos o por do sol na Laguna Chaxa, cheia de flamingos. 

 

 

7. Camping na Cordilheira do Sal - Experiência indiscritível proporcionada pelos meninos da Sorbac. Recomendo demais o camping que pode ser em grupo ou particular e pode combinar com outro passeio. O céu estrelado do Atacama é surreal e eles preparam uma fogueira, com jantar e depois café da manhã ao amanhecer.

 

8. Café da manhã na Laguna LegiaVolcón Lascar - Uma das trilhas mais desafiadoras que eu já fiz, em média são 3 horas de subida para se chegar a 5.600 metros de altitude. A trilha é considerada difícil por conta do ar rarefeito e da inclinação do percurso, mas chegar no topo da cratera de um dos Vulcões mais ativos da região compensa qualquer falta de ar, rs. 

 

 

9. Trecking Machuca / Rio Grande  - Trecking lindo que começa no povoado de Machuca e vai até o povoado de Rio Grande. São 12km de dificuldade moderada a fácil dependendo do seu preparo físico.

 

 

10. Vale do Arco Íris - Lindo também, são montanhas coloridas onde você passa por alguns campos com lhamas e umas pinturas rupestres, mas esse é o passeio que eu tiraria pra quem não tem tantos dias na cidade, pois foi o que menos me impressionou.

 

 

11. Trecking por Tumbres (de Talabre Viejo para Talabre Novo) + Downhill de bike - Esse passeio fizemos pela expedição da Patching Pixels, mas não tenho certeza se tem esse tour pela Sorbac, se eles oferecerem o downhill de bike recomendo muito, é bem divertido e a estrada que descemos é linda. O trecking também é bem bonito e tem cerca de 15km, com dificuldade moderada.

 

12. Alugamos uma bike e passeamos pelos arredores da cidade. Dá pra fazer o Valle de la Luna e Marte de bike também ou ir até Pukará de Quitor ou fazer um passeio pela Garganta del Diablo (a Sorbac oferece esse tour). 

 

 

13. Pukará de Quitor - É uma antiga fortaleza de onde se tem uma vista bonita do deserto. É um passeio bem simples, mas pode ser uma boa pedida pra quem quis dar um rolê de bike ou tiver uma manhã ou tarde livre, pois não precisa de guia nem agência.

 

14. Cordilheira do Sal - Se você não acampar por lá, vale visitar de dia que é bem lindo.

 

 

ONDE FICAR

 

Hostal Rural - Foi o albergue que eu fiquei da primeira vez. Muito legal, mas não tem quarto individual (9.000 chilenos no quarto de 6 em 2013). O albergue é bem do lado da Caracoles (rua principal) e tem uma decoração louca e artística muito maneira. Tem umas redes do lado de fora, cozinha e conhecemos um pessoal muito legal lá.

 

Casa Sorbac - Foi onde eu fiquei da segunda vez com a expedição. O clima da casa é incrível e todo mundo é extremamente atencioso e  cuidadoso, como se você estivesse em casa mesmo. Além disso é bem corfortável e no meio de uma paisagem linda. Tem quartos compartilhados e privados. Não é tão perto do centro, então você precisaria ir de taxi (4.000 pesos cada perna) ou de bicicleta.

 

Cumbres - Para quem busca uma hospedagem de luxo, meus pais ficaram hospedados no Cumbres e amaram.

 

 

ONDE COMER

 

Barros Café - Restaurante bem gostoso com saladas, crepes e pratos quentes com um preço mais amigável. Comemos lá várias vezes da segunda vez que eu fui.

 

La Casona - Restaurante muito muito bom! Mas mais carinho. Recomendo a salada de quinoa com salmão defumado.

 

La Estaca - Outro restaurante maravilhoso e caro rs. Comi um risotto muito bom. 

 

Delicias de Carmen - Comemos lá quase todos os dias na primeira vez que eu fui, o prato é barato e é super dá pra dividir... várias vezes sobrou comida, mesmo dividindo! A comida é caseira e bem gostosa!

 

 

NOITE

 

Em San Pedro tem uma estranha lei que não pode dançar nem ficar bêbado (sim, isso é real, rs), então não tem tantos bares. Mas tem 2 que eu amo de paixão:

 

Lola's - Restaurante/Bar/Karaokê maravilhoso. Muito divertido e o lugar mais animado no centrinho de San Pedro. 

 

ChelaCabur - Bar mais simples, estilo boteco, mas bem legal.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

Por Julia Zettel

  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Facebook Icon
Nas Redes
Seu Vídeo
organize sua viagem