© 2023 por YOLO.

Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Facebook Icon

Bate volta em Ayutthaya

22.01.2018

 

Ayutthaya é a antiga capital da Tailândia e e era a cidade mais importante do Reino da Tailândia. Só que em 1767 a cidade foi invadida pelos exércitos da Birmânia e foi totalmente saqueada e destruída, se transformando em um uma cidade com templos antigos e ruínas. Foi assim que Bangkok passou a ser a capital do país.

 

Esses templos e ruínas realmente impressionam e é algo completamente diferente do que se vê em Bangkok, fazendo o passeio até lá ser imperdível. 

 

Como são muitos templos na cidade, é meio impossível ver tudo. Vou contar então quais templos visitamos na ordem que fizemos. Fechamos um tuk-tuk lá mesmo para nos levar nos templos (eles não são próximos) e ele que foi guiando o passeio, achei ótimo.

 

*A moeda local é BATH (THB) e, no final de 2016, 1 THB equivalia a, mais ou menos, 10 reais.

 

 

DE BANGKOK PARA AYUTTHAYA

 

Existem algumas maneiras de ir para Ayutthaya saindo de Bangkok:

 

1. Trem: Foi a opção que escolhemos pois, além de econômica, eu amo andar de trem, Rs. Tem vários horários saindo da estação Hua Lamphong e é possível comprar o bilhete na hora. A viagem dura mais ou menos 2 horas, dependendo do trem e você pode escolher entre a segunda e terceira classe. Ambas são baratas, mas a diferença de preço é absurda. Fomos de terceira classe por 15 THB e voltamos de segunda por 300 THB. A diferença é que na segunda classe tem lugar marcado e na terceira não, além dos acentos serem mais espaçosos e confortáveis.

 

2. Vans: Elas saem de um terminal próximo ao Victory Monument BTS Station. A viagem dura entre 1 e 2 horas e o preço gira em torno de 70 THB.

 

3. Tours: Praticamente todas as agências de turismo de Bangkok oferecem esse passeio de bate e volta. Sondando o valor vi que fica em torno de 600 THB. É mais barato do que fazer por conta própria se você estiver em casal como nós, mas você fica preso aos horários do grupo, eu particularmente não gosto muito de passeios assim.

 

4. Tours Privativos: Nessas agências de Bangkok você também encontra essa opção. Dá também para reservar esse passeio diretamente do Brasil por sites de agências (dando Google achei várias opções), mas o preço tava fora do meu orçamento. Esse caso é legal porque geralmente inclui um guia, que explica as histórias dos templos e tal.

 

 

 

EXPLORANDO AYUTTHAYA

 

A cidade é bem grande e os templos são distantes um dos outros. Se você for por conta própria como nós é preciso contratar um tuk-tuk para fazer o trajeto. Nós pagamos 1200 THB por um passeio de 4 horas (para os 2). O motorista levava a gente, apontava num folheto que ele tinha o templo que estávamos e ficava nos esperando.

A vantagem desse esquema é que você fica quanto tempo quiser em cada templo e a desvantagem é que não tem ninguém explicando o que você tá vendo, nem a história por trás daquelas ruínas.

É possível alugar uma bicicleta em vez do tuk-tuk, mas achamos que naquele calor não ia ser a melhor ideia do mundo.

 

​Cada templo é pago e esse valor não está incluso no passeio do tuk-tuk. Eles variam de preço, entre 20 e 50 THB. Eu não sei o valor de cada um porque quando fomos estavam todos de graça em homenagem ao Rei que havia falecido recentemente.

 

 

TURISMO

 

- Wat Yai Chai Mongkol: Um dos templos mais conservados de Ayutthaya, lindo com várias estátuas de Buda.

 

 

- Wat Mahathat: Achei esse espaço lindo, ao lado de um parque bem arborizado. Mas ele é famoso por conta da cabeça de Buda abraçada pelas raízes de uma árvore.

 

- Wat Ratchaburana: Bonito, mas não achamos tão excepcional como os outros. Teria trocado pelo Buda reclinado (Wat Lokkayasutharam) que não conseguimos ver por conta do trânsito.

 

- Viharn Phra Mongkhol Bophit: Esse templo é mais parecido com os de Bangkok e tem um grande Buda de bronze. Com o calor acabamos esquecendo de fotografar ele.

 

Wat Phra Si Sanphet: Fica do lado do anterior e é super impressionante também. Este templo ficava dentro do Palácio Real e não moravam monges, era usado só pra cerimônias reais.

 

 

Wat Phra Ram: Seguindo nossa ordem de passeio, também não precisamos do Tuk-tuk para chegar até ele, que fica do outro lado da rua do anterior. Achei lindo demais também

 

​- Wat Chai Watthanaram: É um dos templos mais famosos de Ayutthaya e não visitamos. Como eu estava confiando no motorista, nem fiquei checando a minha listinha e não percebi que faltou esse templo. Chegando de volta que percebi que perdemos, o que me deixou bem triste, pois parece ser maravilhoso. Pelo menos tenho um motivo para voltar! :)

 

 

*Não almoçamos em Ayutthaya, então não tenho recomendação de restaurante. Nós tomamos café da manha reforçado no hotel em Bangkok e durante o passeio petiscamos algumas coisas (perto dos templos eles vendem frutas, sorvete pipoca, bebidas e etc)

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

Por Julia Zettel

  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Facebook Icon
Nas Redes
Seu Vídeo
organize sua viagem