© 2023 por YOLO.

Orgulhosamente criado com Wix.com

  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Facebook Icon
Conhecendo as ruínas do antigo Império Khmer

Wat Mahattat

Siem Reap não é a capital do Camboja, mas é uma das cidades do país mais procuradas por turistas. Isso porque a cidade está do lado do complexo de templos Angkor, a antiga cede do Império Khmer.

São inúmeros templos e construções e é quase impossível conhecer tudo. A maioria dos turistas exploram o complexo em 2 ou 3 dias. 

Eu deixei 2 dias para Angkor e a tarde da chegada e a manhã do dia de ir embora livres. Vale lembrar que é muito calor e o passeio é cansativo, pois você sobre e desce muitos templos e ruínas.

Vou contar aqui o que vi em cada dia e no final deixo umas dicas de Siem Reap.

A dica principal é dividir em 2 partes seu passeio: 1 dia fazer o Small Circuit (templos mais próximos uns dos outros) e no outro dia fazer o Big Circuit (templos mais afastados). Vou explicar melhor a seguir.

Siem Reap & os templos Angkor

TURISMO - 2 DIAS EM ANGKOR

Vou fazer um pouco diferente do normal e vou separar por dia, dizendo o que eu vi (na ordem) em cada um e o tempo que durou o passeio no parque em cada dia. Lembrando que isso depende do ritmo de cada pessoa.

DIA 1 - SMALL CIRCUIT (duração amanhecer até 12h30)

- Angkor Wat - Maior e mais famoso templo do complexo. O nascer do sol é imperdível, mesmo precisando disputar espaço com a multidão de turistas. Resolvemos explorar ele logo que clareou, pois muitos grupos saem de lá logo depois do nascer do sol para tomar café da manhã (levamos sanduíches e comemos por lá mesmo).

- Wat Ratchaburana - Bonito, mas não achamos nada exepcional. Teria trocado pelo Buda reclinado (Wat Lokkayasutharam) que não conseguimos ver por conta do trânsito.

- Viharn Phra Mongkhol Bophit - Esse templo é mais parecido com os de Bangkok e tem um grande Buda de bronze. Com o calor acabamos esquecendo de fotografar ele.

Wat Phra Si Sanphet - Fica do lado do anterior e é super impressionante também. Este templo ficava dentro do Palácio Real e não moravam monges, era usado só pra cerimônias reais.

GALERIA COPENHAGEN

Sinta o gostinho dessa viagem através das fotos que fizemos.

ESTOCOLMO

Estocolmo no inverno pode parecer inóspita, mas na verdade é acolhedora e agitada.

CAÇANDO A AURORA BOREAL

Em fevereiro de 2015 fomos em busca da Aurora Boreal. Saiba como foi essa experiência inesquecível.

Please reload

LINKS RELACIONADOS

COMO EXPLORAR O COMPLEXO ANGKOR

Existem algumas formas de explorar os templos:

1. Tuk-tuk: Foi a opção que escolhemos pois, além de econômica, é bem típica e divertida! Achamos que poderia ser ruim por conta do calor, mas nada mais gostoso que o ventinho que batia quando íamos de um templo ao outro. Além disso, dessa forma você tem mais flexibilidade no roteiro e fica o tempo que quiser em cada ponto do passeio. Nós pagamos 50 dólares por 2 dias (o casal), mas acho que se consegue mais barato, é só negociar. No centro tem milhões de motoristas e agências oferecendo esse serviço.

* Se você quiser um guia, ele vai no tuk-tuk com você, não tem problema.

2. Bicicleta: É possível alugar bicicletas e explorar por conta própria ou com guia, muita gente faz o Small Circuit de bicicleta e o Big Circuit de tuk-tuk ou carro.

3. Tours: Praticamente todas as agências de turismo de Siem Reap oferecem esse passeio, mas confesso que nem olhei nada pois já sabia que queria fazer de tuk-tuk.

4. Tours Privativos: Também não pesquisei muito sobre essa opção, mas sei que é possível fechar um carro com guia particular.

- Phnom Bakheng - É preciso fazer uma trilha leve de uns 20 minutos para chegar nesse templo, mas confesso que não achei tão impressionante. Foi legal pois estava quase vazio e dizem que é um bom ponto para ver o por do sol.

- Wat Phra Ram - Também não precisamos do Tuk-tuk para chegar até ele, que fica do outro lado da rua do anterior. Achei lindo demais também.

Wat Phra Si Sanphet

CONHECENDO ANGKOR

Os ingressos são vendidos por passes: 1, 3 ou 7 dias. 1 dia custa 20 dólares e 3 dias 40 dólares, então mesmo que você pretenda ir só 2 dias vale comprar o passe de 3, vai que você resolve ver o nascer do sol Angkor Wat no terceiro dia? Assim não precisa comprar outro ingresso!

O tuk-tuk nos levou na bilheteria onde eles vendem o ingresso, nominal e com foto, que fica antes da entrada do parque e depois o ingresso foi pedido inúmeras vezes, então cuidado para não perder o seu.

 

Como eu disse acima, se você tiver 2 dias para conhecer o parque é bom dividir entre o Small e o Big Circuit. Se tiver mais um dia pode deixar para explorar os templos ainda mais afastados ou alugar uma moto 4x4 para passear pelo interior, nós não tivemos esse tempo, mas diversas empresas oferecem o passeio.

 

Outra dica importante é ter água sempre. Nosso tuk-tuk tinha um cooler cheio delas em baixo do banco, o que foi genial, pois é muito calor. É possível comprar em alguns pontos do parque.

Mais um dica é que, mesmo sendo ruínas não se pode entrar nos templos de ombros de fora e mulheres precisam cobrir também as pernas até o o joelho. Para subir na torre de Angkor Wat não é suficiente se cobrir com um lenço, é preciso estar com blusa de manga curta (fui barrada com uma pashmina, nos outros templos não tive problemas).

Wat Chai Watthanaram - É um dos templos mais famosos de Ayutthaya e não visitamos. Como eu estava confiando no motorista, nem fiquei checando a minha listinha e não percebi que faltou esse templo. Chegando de volta que percebi que perdemos, o que me deixou bem triste, pois parece ser maravilhoso. Pelo menos tenho um motivo para voltar! :)

Por Julia Zettel

  • Black Instagram Icon
  • Black YouTube Icon
  • Black Facebook Icon
Nas Redes
Seu Vídeo
organize sua viagem